CRIANÇA E CRESPA

Olá amores, tudo bem com vocês??

Como passaram o feriado?! Espero que bem!

Sei que estou atrasada aqui no blog, mas queria desejar um feliz dia das crianças pra vocês! Porque somos e seremos eternas crianças né?!

A minha relação com meu cabelo quando criança nunca foi uma das piores, mas também nunca foi das melhores.

Mas claro que como qualquer outra criança crespa, cresci ouvindo que meu cabelo era duro, ruim, pixaim, tuim, bucha, ruim etc.

Desde muito cedo minha mãe já tratava meu cabelo com química (acho que com uns 6 anos), então desde pente de ferro no fogo até permanente afro eu fiz. Mas isso nunca ajudou minha auto estima. Pois os comentários sempre existiram.

Sempre fiz o máximo de esforço possível para deixar meu cabelo o mais “domado” possível, e como qualquer criança que tem a mídia como influência, sempre quis que meus cabelos balançassem, então me recordo até hoje, que colocava fralda na cabeça e fingia que era meu cabelo (que triste lembrar disso 😥 ).

Foi só quando eu cresci mesmo que me dei conta de alguns sentimentos em relação ao meu cabelo, e foi quando eu percebi também que nenhum desses procedimentos estavam suprindo “minhas necessidades”.

Preciso reunir mais fotos minhas de quando pequena, pois a única digitalizada que tenho no momento é essa…

E pra vocês? Como era ser criança e crespa?

Beijos ❤

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Negra e Crespa

Sobre autoestima negra feminina

Motivos não me faltam

Emagrecendo sozinha , beleza, cotidiano e mais um pouco !

Luciene Batalha

Cabeleira cabeluda e descabelada

%d blogueiros gostam disto: